Caminhãozinho da JAC custa R$ 70 mil e tem câmera “vigiando” motorista

Notícias

Metrópoles
04/12/2017
Caminhãozinho da JAC custa R$ 70 mil e tem câmera “vigiando” motorista

A JAC Motors nasceu, na China, como fabricante de veículos comerciais (é o maior exportador desses produtos). E ela escolheu exatamente um caminhão, ou o chamado veículo urbano de carga (VUC), para marcar seu 20º lançamento no país – embora tenha apenas seis anos de vida no mercado brasileiro.

O V260 vem a tiracolo do encerramento do Inovar Auto, programa do governo federal que estabelecia cotas para importadores de veículos (agora, as marcas que não têm fábricas no país podem trazer quantas unidades puderem vender).

O VUC da JAC custará R$ 69,9 mil. Os concorrentes (Hyundai HR e Kia Bongo K2500) custam em torno dos R$ 74 mil.

Um 2.0 diesel equipa o V260, com 103cv de potência (menor que os rivais, mas com torque de 26kgfm, maior). O câmbio é manual de seis marchas. Segundo a JAC, é até 7% mais econômico do que os concorrentes.

Um diferencial do V260 é o conforto: o ar-condicionado, por exemplo, é de série (sim, há caminhões sem nem sequer ofertar esse item).

E vem com alarme, vidros e trava elétricos, rádio MP3 com entrada USB, direção hidráulica, coluna de direção regulável na altura, travamento automático das portas a 15 km/h e até regulagem de altura do facho dos faróis.

Ah, o V260 também vem equipado com câmera no retrovisor central e que grava num cartão de memória todas as imagens à frente do caminhão. Estudos mostram que ela “estimula” o condutor a ser mais responsável.

Como pela legislação o V260 é classificado como caminhonete, ele tem airbag (dois) e ABS de série.

A cabine é mais alta e mais larga do que a dos competidores do segmento de VUCs. O entre-eixos é de 2,47m e atende direitinhos as necessidades das carrocerias de metal, madeira, baú, food-truck etc. A garantia é de 3 anos.