JAC T50 2019: Impressões ao dirigir

Notícias

Notícias Automotivas
22/11/2018
JAC T50 2019: Impressões ao dirigir

A JAC Motors apresentou o T50 como uma atualização do antigo T5. O SUV compacto da chinesa chega com preço sugerido de R$ 83.990 no Pack 2, mas provavelmente a opção que mais emplacada será aquela com o Pack 3, que tem conteúdo mais completo e custa R$ 87.990. O motivo é que itens importantes como multimídia, só estão disponíveis nela.


O T50 é uma importante alteração no conhecido utilitário esportivo compacto, visto que o visual ficou muito melhor e o acabamento também evoluiu. Outra alteração significativa é a troca de motor, apesar do câmbio CVT. A JAC Motors espera emplacar 1.000 unidades do modelo este ano e outros 5.000 em 2019.


JAC T50 2019: Impressões ao dirigir

O JAC T50 também trouxe algumas novidades em termos de tecnologia, embora ainda fique devendo algumas “básicas”, como os sistemas Android Auto e Car Play. O bom espaço interno e porta-malas de 600 litros foram mantidos, mas agora com bancos atualizados e suspensão recalibrada.


JAC T50 2019 – Impressões ao dirigir

Campinas-SP – O JAC T50 ficou mais interessante com as mudanças visuais. O conjunto ótico frontal com LEDs diurnos e perfil mais afilado, deu ao carro mais personalidade. O novo formato e acabamento da grade também melhoraram, assim como o desenho do para-choque.


As rodas de liga leve aro 16 polegadas também agradam e lembram as do T40. As pinças pintadas de vermelho dão um charme ao conjunto. Um friso lateral também reforça as mudanças, que são completadas pelas lanternas mais estreitas, que possuem iluminação parcial em LED.


Mas, é por dentro que a impressão em relação ao JAC T50 melhora muito. O painel de novo desenho é mais agradável e chama atenção pelo maior cuidado em relação ao anterior. Material soft costurado sobre o cluster e na parte central chama atenção, apesar do plástico duro da parte superior.


Mas, detalhes aluminizados como os difusores de ar, friso central junto ao aplique imitando fibra de carbono e o desenho moderno do ar-condicionado, aliado à tela de 8 polegadas, dão ao JAC T50 um aspecto muito bom mesmo. O bom ambiente é completado pelo volante atualizado com comandos do computador de bordo e controle de cruzeiro, entre outros.


A instrumentação tem boa apresentação, mas o computador de bordo poderia ser mais apresentável e a iluminação melhor com os faróis acesos de dia. A multimídia tem boas funcionalidades, mas o MirrorLink dá um bom trabalho para ser configurado. Em compensação, o sistema de monitoramento em 360 graus como direito a animação 3D (como num jogo), integra as 4 câmeras.


Se isso não bastasse, o JAC T50 ainda tem a câmera frontal fixada no para-brisa para gravação de vídeos e fotos, que agora são reproduzidas na tela elevada. Ou seja, o SUV chinês tem cinco câmeras ativas. Agora as funcionalidades desta última, citadas, são operadas pelo display e não por app como no T40. Bom.


Também agradou o ar-condicionado automático (de série), assim como os bancos com encostos mais envolventes. O JAC T50 tem 2 USB, sendo o traseiro com 2,4 amperes para carregamento, além de acendedor de cigarros e fonte de 12V. Mas, e guiando?


O utilitário esportivo conta com o motor 1.6 DVVT de 138 cavalos a 6.000 rpm e 17,1 kgfm a 4.000 rpm. Em alta, o motor até tem um bom ronco, mas em baixa sofre com a calibração do câmbio CVT, que ainda simula seis marchas. Muito longo, ele exige que se pise bem fundo no acelerador para uma reação realmente lenta até 3.500 rpm.


Só a partir daí o 1.6 acorda mostra o que pode fazer. Mesmo no modo Sport do CVT, as respostas são mais lentas que o esperado, sendo que a única solução é a mudança manual na alavanca, mas desde que o giro esteja bem alto, acima de 3.500 rpm. Rodando a 110 km/h, ele marca razoáveis 2.800 rpm.


Com direção elétrica macia e medianamente progressiva, o JAC T50 tem dirigibilidade aceitável, ainda mais com a ajuste mais firme da suspensão. Os freios atendem bem também. O conforto ao dirigir poderia ser melhor com ajuste de profundidade do volante e maior esperteza do câmbio. No mais, o modelo agradou nesse primeiro contato após a atualização.